Entrada de dinheiro estrangeiro na Bolsa bate recorde


Inflação crescente, perspectivas não tão boas para o PIB, eleições… Por mais desafiador que esse cenário pareça, os investidores estrangeiros não estão nem aí — nenhum desses desafios foi um empecilho para a entrada de capital externo na B3.


Desde o início do ano até a última quarta-feira, o saldo de capital externo na B3 chegou a R$ 71,063 bilhões, um recorde que superou até mesmo o número de todo o ano de 2021.


Quais são as armas de conquista do Brasil?


Os investidores do exterior estão de olho no Brasil por ser um país com um mercado fortemente ligado às commodities, que dispararam com a guerra.


Prova disso é o fato de que, dos 33 setores econômicos representados na B3, apenas três se valorizaram mais de 10%: mineração, agropecuária e petróleo.


Outros pontos são o fato de as empresas brasileiras estarem baratas em relação às suas concorrentes globais e a ligação mínima do Brasil com Rússia e Ucrânia.


Como essa entrada impacta na sua vida: Um dos exemplos é o dólar. A entrada de investimento estrangeiro no Brasil tem feito a cotação da moeda cair — no início do ano, o dólar estava na casa dos R$ 5,60 e fechou a sexta-feira cotado a R$ 5,05.


Fonte: The News

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square