Remessa de câmbio para compra de imóvel ou investimento no exterior, onde fazer?

Por conveniência, a maioria da pessoas opta por fechar operações de câmbio no banco em que são correntistas,  a aparente comodidade acaba  custando caro. Se pararmos para analisar os custos e a limitada oferta de produtos apresentada nos bancos tradicionais, fechar operações em um Correspondente Cambial  proporciona uma enorme vantagem financeira e de tempo.

 

Correspondentes Cambiais possuem serviços mais especializados, custos mais baixos e equipes qualificadas para tratar do assunto,  afinal de contas lidam apenas com um produto, diferente dos bancos que possuem uma vasta prateleira disponível (capitalização, seguros, previdência, poupança, etc.) e um atendimento gerencial muitas vezes pautado no cuprimento de metas, deixando de lado a necessidade do cliente.

 

Quando decidimos fechar o câmbio pelo banco em que temos conta, a conveniência imaginada inicialmente dá lugar  a um emaranhado de burocracia e falta de conhecimento no assunto pelo próprios funcionários do banco, que não são especialistas no assunto.

 

O  número de brasileiros que constituem patrimônio no exterior vem crescendo exponencialmente nos últimos anos, seja para a compra de imóvel, realização de investimentos financeiros ou aportes em companhias estrangeiras, e aqui vai mais um alerta: o volume em Reais dessas operações é bem elevado, ou seja, o custo com câmbio impacta diretamente o bolso do cliente nessas transações. Consulte um Correspondente Cambial antes de fechar a operação, a economia com câmbio pode representar  um pagamento de imposto para compra de imóvel, uma pequena reforma ou um incremento no investimento a ser realizado!

 

Dayani Correia Lima, Especialista de Câmbio, considera primordial o fechamento de remessas de câmbio para clientes pessoa física em Correspondentes Cambiais em razão da economia de tempo e dinheiro, mas também alerta para as questões tributárias: “Atualmente o governo elevou a alíquota de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para envio de disponibilidade (envio de dinheiro para contas de mesma titularidade no exterior)  de 0,38% para 1,10%, e a alíquota para compra de imóvel no exterior permanece em 0,38%, então para o cliente que está comprando imóvel lá fora, compensa enviar o recurso diretamente para a conta do vendedor do imóvel, e não fazer um trampolim enviando o dinheiro para a sua conta pessoal e depois creditar o vendedor, a economia é de 0,72% do valor enviado, pensando em 150 mil Euros, hoje representa mais de 4 mil Reais”, alerta.

 

Consulte abaixo as principais naturezas de câmbio e a respectiva tributação, o ideal é sempre consultar em tempo real a particularidade de cada operação, pois dependendo da natureza podem haver acordos de bitributação ou restrição para valores.